Especialista da KMPG faz explanação do projeto. Foto: Divulgação
Especialista da KMPG faz explanação do projeto. Foto: Divulgação

A Associação Brasileira de Agências de Viagens Corporativas – Abracorp – apresentou KPMG inicia atualização do planejamento estratégico da Abracorp, na última reunião com as associadas, a equipe da KPMG responsável pela atualização do planejamento estratégico da entidade para os próximos cinco anos. Com base nas redefinições que devem constar do documento, serão desencadeadas ações temáticas destinadas ao aprimoramento do sistema de gestão da Abracorp na relação com as associadas.

Uma das características marcantes do projeto elaborado pela consultoria é a estratégia de envolvimento efetivo das associadas. O primeiro passo implica na compreensão do estágio em que se encontram as TMCs Abracorp. “Esse envolvimento intenso e organizado das 30 associadas vai permitir que o planejamento estratégico, a vigorar até 2020, resulte da cocriação – forma de inovação colaborativa que alcança e envolve fornecedores, colaboradores e clientes”, explica o presidente do Conselho de Administração da Abracorp, Rubens Schwartzmann.

Diretoria da Abracop interage com os consultores da KMPG. Foto: Divulgação
Diretoria da Abracop interage com os consultores da KMPG. Foto: Divulgação

Aspirações e desafios

As primeiras rodadas de prospecção de informações junto às associadas pela KPMG levam em conta posicionamento diferenciado no mercado (marca, capilaridade,relevância, porte);novo contexto político e econômico; transparência, independência;leque de concorrentes; a percepção do mercado às TMCs Abracorp; atratividade e retenção de associados; equilíbrio entre agenda de médio/longo prazo x temas de momento; ambição x capacidade financeira, entre outros. Uma das questões-chave diz respeito aos pontos focais em que as associadas à marca Abracorp podem melhorar em termos de processos e desempenho.

Em âmbito geral, o trabalho já em andamento tem o objetivo de modernizar e preparar a Abracorp para a implantação sistemática da educação corporativa. O tema ganhou relevância nos últimos tempos, com a legislação anticorrupção e obrigatoriedade de as empresas estatais e/ou de economia mista instituírem órgãos de controle. Desde o início da gestão de Rubens Schwartzmann a educação corporativa está entre os assuntos de grande relevância. A expectativa é que a parceria com a KPMG resulte na elevação do padrão de gestão da entidade no mercado de viagens corporativas.

Rubens Schwartzmann ladeado por Carlos Prado, Luís Vabo e Gervásio Tanabe. Foto: Divulgação
Rubens Schwartzmann ladeado por Carlos Prado, Luís Vabo e Gervásio Tanabe. Foto: Divulgação

Box

O termo cocriação começou a ser usado em 2004, desde o lançamento do best-seller “O futuro da Competição” escrito por C. K. Prahalad e Venkat Ramaswamy, que disseminou o conceito mundialmente.

Cocriação (co-creation, em inglês) é um conceito de marketing e negócios. É uma forma de inovação que acontece quando as pessoas de fora da empresa (fornecedores, colaboradores e clientes) associam-se com o negócio ou produto agregando inovação de valor, conteúdo ou marketing. Em troca, recebem os benefícios de sua contribuição, por meio do acesso a produtos customizados ou da promoção de suas ideias.

Um dos principais casos de cocriação é a própria Wikipédia, que é editada por milhares de pessoas no mundo todo, e assim protagoniza um dos pilares da cocriação, a colaboração.

Da Folha Geral, em Salvador*

*Com colaboração de (agência, assessoria ou especialista)