Reunião comunitária povoado Lagoa de Dentro, em Santana
Reunião comunitária povoado Lagoa de Dentro, em Santana. Foto: Divulgação/Embasa

A Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) promoveu na última quarta-feira (19) reuniões com os moradores das localidades de Barreiro e Lagoa de Dentro, da zona rural de Santana, no oeste da Bahia. Eles foram sensibilizados sobre o processo de tratamento, consumo racional e conta de água. O Governo do Estado, por meio da Embasa, investiu com recursos do Fundo Estadual de Combate à Erradicação da Pobreza (Funcep), investiu um total de R$ 494,4 mil para atender 96 famílias das duas localidades, sendo necessário estender 14,6 mil metros de rede distribuidora. Desde maio, os moradores vem sendo beneficiados com água tratada e canalizada.

Reunião comunitária povoado Lagoa de Dentro, em Santana
Reunião comunitária povoado Lagoa de Dentro, em Santana. Foto: Divulgação/Embasa

Para o presidente da Associação Comunitária de Alagoas e Barreiro, Júnior César Jesus Silva, a reunião ajudou a tirar as dúvidas dos moradores ao explicar da importância das pessoas economizarem e monitorarem o consumo. “Distante 22 quilômetros, muitas pessoas não poderiam se deslocar para a loja de atendimento na cidade para obter estas informações”, explicou.

Nascida no povoado de Lagoa de Dentro, Vanderlina Souza dos Santos, 68, também acredita que a reunião foi importante porque levou muitas dicas para reduzir o consumo e vazamento sendo importante para diminuir a conta de água. “Antes a gente compra água doce tratada somente para beber e tínhamos muito problema com água salgada que até queimava os chuveiros elétricos”, explica.

A moradora Teresa Bispo de Oliveira, 60, agradece muito a chegada da água. “Ter água doce vindo na torneira é um sonho. Antes tínhamos que comprar de outro local somente para beber o que saia muito mais caro”, afirma. Além de Barreiro e Lagoa de Dentro, a rede foi estendida para levar água tratada para outras cinco localidades de Santana: Alagoas, Caraíbas, Jacaré, Ponto Certo e Várzea do Mourão. A Embasa atende cerca de 6,7 mil ligações na sede e zona rural de Santana, contemplado pelo Sistema Integrado de Abastecimento de Água de Santana, que capta água do rio Corrente.

Moradora da zona rural de Santana, Teresa Bispo de Oliveira
Moradora da zona rural de Santana, Teresa Bispo de Oliveira. Foto: Divulgação/Embasa

Da Folha Geral, em Salvador*

*Com colaboração de (agência, assessoria ou especialista)